ANÁLISE DE DADOS
A análise de dados é o processo de converter, organizar, limpar, modelar e processar os dados com a finalidade de transformá-los em informação útil, para suporte ao processo de tomada de decisão. A análise de dados apresenta múltiplas abordagens e técnicas, permitindo sua aplicação em diferentes campos do conhecimento humano.

ANÁLISE DE DADOS OPERACIONAIS DE VOO (FDA/FDM/FOQA)
Flight Data Monitoring (FDM) é um método sistemático de avaliar, analisar e agir, com base em informações obtidas em registros digitais de dados de voo de rotina, para melhoria da segurança operacional.
O processo de FDM (genérico) apresentado é considerado referência (best practice) pelo Global HFDM Steering Group.

MAINTENANCE DATA ANALYSIS (MOQA/HUMS/PHM)
O processo de MOQA (Maintenance Operational Quality Assurance), normalmente, é executado, em conjunto, com o FOQA, porém com foco na identificação e correção de problemas de manutenção e falhas de equipamentos da aeronave. O MOQA também utiliza dados gravados em voos, para o processo de análise, porém as lógicas são elaboradas para detectar problemas e anormalidades dos sistemas da aeronave, tais como: motor, sistema hidráulico, sistema elétrico, comandos de voo, entre outros.

A utilização de ferramentas adequadas, durante o processo de MOQA, suporta e facilita o diagnóstico antecipado de comportamentos anormais do sistema.

Dentre os principais benefícios da implantação de um processo de MOQA, destacam-se:

  • Diminuição do custo de homem-hora em manutenção por hora de voo;
  • Melhora nas estratégias de manutenção programada e no suporte logístico;
  • Redução de remoções indevidas de equipamentos, acarretando em eventos de NFF (No Fault Found);
  • Redução de prejuízos futuros devido à realização de diagnósticos antecipados;
  • Melhora na análise de eventos, incidentes e acidentes;
  • Aumento do TBO;
  • Aumento da segurança operacional; e
  • Redução do consumo de combustível

ANÁLISE DE DADOS DE RESULTADOS DE ENSAIOS

Diversos ensaios funcionais e operacionais são realizados com propósito de demonstrar atendimento a requisitos especificados para o produto em questão.
A massa de dados, resultante dos ensaios realizados, deve então ser convertida, organizada e analisada, conforme critérios estabelecidos. Em geral, a quantidade de dados a serem trabalhados é diretamente proporcional à quantidade de ensaios realizados.
Essa enorme quantidade de dados torna-se extremamente difícil de analisar, quanto mais complexo é o sistema e mais apertados são os prazos.